Bem Vindos Chez Marcel !

Por que Marcel ? Porque também é a terra de Marcel Proust, Duchamp, Marceau, Pagnol, e, principalmente, o Marcel branco, aquela camisetinha sem manga com que os hipsters sarados exibem seus peitorais ao som do acordeon nas ruas de Lutécia...

En voiture, Simone !

Abençoada pela Weil, pela Veil, pela Signoret, pela Beauvoir, pela Pinet de Borde des Forest (um dos primeiros toques de rosa na paleta azul-menino das corridas de automóvels...), felicidade pra ela é movimento, liberdade e uma boa tortinha à la praline.

Glossário Marcêles

Um grande "n'importe quoi"...O problema é que quando dois brasahillienses estão na Casa do Marcel há muito tempo eles começam a conversar entre si numa terceira língua, que só eles entendem. Um verdadeiro samba do croissant doido !

bons baisers de cannes

Bonjour invejinha branca.

Ah, Cannes, Cannes. Joia conceitual da ” Côte d’Azur”, cidadezinha apertada entre o luxo e o mar, sede do palácio dos festivais, de hotéis impregnados de uma nostalgia suntuosa e ligeiramente “dépassée“, com seus cassinos, grifes famosas e vestidos indiscretos, deslizando do anonimato à consagração no curto tempo da travessia de um tapete vermelho. Impossível

d-apres-une-histoire-vraie-de-delphine-de-vigan

O dia em que Marcel foi vítima do novo livro de Delphine de Vigan

Desde pequeno, o Marcel tem fome de letras. Antes do nascimento dos smartfones e do canto da sereia irresistível dos “feeds” de notícias, ele tinha sempre dentro de sua “pochette” um livro sobre um assunto qualquer. Das histórias de reis às de vassalos, dos poemas de Prévert às aventuras de Julio Verne, nada, nada do

Life on Mars, baby

Marcel (quase) descobre um segredo sobre David Bowie

Na última terça feira de manhã, Marcel acordou com uma baita ressaca. Fazia tempo que não tinha uma dessas. Apesar de botar banca de bon-vivant-degustador-de-vinhos, ele não bebe exageradamente, porque sofre de uma obscura síndrome conhecida como “vinho triste”, estado de ebriedade em que a pessoa fala que te considera pra caramba e chora quando